Vida sem dúvida ou temor.

by 17:01
(Ou melhor: Leia Salmos 27.1) 
          
  O SENHOR é a minha luz e a minha salvação; de quem terei temor? O SENHOR é o meu forte refúgio; de quem terei medo? 
SALMOS 27.1 

  Ao que parece, o medo alugou o prédio ao lado por cem anos e montou ali seu negócio. Imenso e rude, o medo não está disposto a compartilhar o coração com a felicidade.  A felicidade obedece e vai embora. Você já viu os dois juntos? Alguém pode ser feliz e temeroso ao mesmo tempo? Pensar com clareza e ter medo? Confiante e medroso? Misericordioso e amedrontado? Não. O medo é aquele cara briguento e ameaçador no corredor da escola: insolente, grosseiro e improdutivo. O medo nos joga numa prisão e tranca a porta. 

 Não seria ótimo poder sair? 

 Imagine sua vida totalmente livre da insegurança e ansiedade. E se a fé, e não o medo, fosse sua primeira reação diante das ameaças? Se você pudesse passar um imã de medo sobre seu coração e extrair dele qualquer fragmento de temor, insegurança e dúvida, o que restaria? Imagine um dia, apenas um dia, livre do temor do fracasso, da rejeição e da calamidade. Você consegue imaginar a vida sem medo? Essa é a possibilidade que está por trás da pergunta de Jesus. 
   "Por que vocês estão com tanto medo?", pergunta ele. (Mateus 8.26)


Este é um trecho do livro: Bom dia - Leituras diárias com o Max Lucado, fui muito exortada com este texto, já tinha algum tempo, no entanto hoje me peguei o lendo novamente e quis compartilhar com todos, não vê o quanto o medo nos prejudica? Espero que tenha  percebido que muitas vezes o nosso maior obstáculo é posto por nós mesmos.

Beijos, e até a próxima.  @nicksfun

(OES)


O passado passou.

by 15:26

   Ao conceituar passado temos a seguinte definição:
adj. Referente a um tempo já findo.
Diz-se de uma coisa que o tempo fez envelhecer, ou deteriorou.
S.m. O tempo de outrora.
Gramática. Pretérito, forma verbal que situa a ação num tempo anterior ao momento em que se fala.
Fig. Desapontado, atordoado.

 Nas últimas semanas eu poderia me definir com uma palavra muito simples: nostalgia. Senti saudades de quando eu era pequena e alguns assuntos era de "gente grande" e ai de mim se me metesse, vontade de comer tomate com sal, manga com sal, sentir o gás do refrigerante junto com o biscoito (se isso soou como nojeira pra você, desculpa, mas amava/amo fazer isso.), passar as férias na casa da vó, quando o tempo era fresco e as comidas tinha menos, ou não tinha, transgênico. De certo, as novelas eram melhores, e existia TV Globinho, eu tinha uma bicicleta e com ela era "para o infinito e além", saudade de VHS, copa do mundo com a família reunida. e do tempo que aquecimento global era só "loucura" de ambientalista e não batia na minha porta todo dia. A nostalgia era tanta que eu podia ouvir e ver o meu passado como um filme em minha mente. Calme-se, minha infância não foi perfeita, tinha sim os seus prós e contra, mas deu saudade e eu só conseguia focar nisso: nada mais é como antes. 
  Então Deus me acordou: o passado passou. As histórias que vivi serviram de aprendizado, foram maravilhosas - e outras nem tanto -, e irei guardar em meu coração, daqui a 5 anos tudo estará novamente diferente, quem sabe eu tenha um cabelo curto e dê risada sociavelmente aceitável? A questão é que estou viva e que enquanto há vida tudo pode mudar. Acaso eu não viva agora o tempo irá passar - e este já possui vantagem muito grande sobre mim. O tempo não volta, e nem seria bom se ele voltasse, pois se como em uma máquina do tempo pudêssemos voltar e voltar novamente não aproveitaríamos nada, não daríamos importância ao que temos.
   Já que sabemos que não há máquina e que não irá haver outra quinta-feira, 02/01/2014 às 15:07 é melhor aproveitar cada minuto e segundo desta, pois um dia ei de sentir falta deste tempo. A dificuldade de enxergar o presente talvez seja o meu maior defeito, no entanto é válido recordar que ao olhar para trás a mulher de Ló virou pedra de sal. Acredito que seja um tempo de movimento, de acreditar nas mudanças trabalhando agora. O que passou é passado e aprendi com ele, mas passou. 

Seja bem-vindo 2014, você é o meu presente. Tchau, 2013, 12, 11 (..) 07, 06,05 (..) 1995.

"O tempo não volta, nem pode parar, mas me dá a chance de recomeçar." - Daniela Araújo 

Mais um ano vem aí. Deus nos dê força e inspiração! ;) 

(Obrigada Espírito Santo.) 


Tecnologia do Blogger.