Minha retrô

by 15:47

Illustration vol. VI

     Esse ano foi crise
crise significa  mudança
quanta mudança
quanta crise.
Quanto caos! 
Meu Deus! 
Me vi perdida,
me vi achada, 
me vi só
me vi cheia de gente. 
Paradoxo 
- porque isso não mudou - 
mas tá acabando.
Fecha os olhinhos, 
fica quieta,
 tá acabando. 
Volta. 
Volta. 
Volta. 
Pra si.
Pra Ele. 
Tá acabando
e só quero: 
me acabar.
- emanar 
dançar.


Não consegui escrever nada dos meus fatos do ano, resumi em versos o que houve. Oremos por 2015. Pode vim, não estou pronto, nunca estou, mas estou ansiosa pra te conhecer. 

"Deus, a quem devo louvor, pelo Seu perdão e amor (..) o que não mereço."
(O-E-S)


O natal o qual me apaixonei

by 15:46
   Eu já tinha me esquecido. Meu Deus, como sou esquecida! Mas disso eu não poderia ter me esquecido, mas como um simples piscar de olhos eu esqueci! Poderia ter ouvido os ecos de minha mãe ao fundo com aquele papo de comer queijo e esquecer das coisas. Mas aquilo foi algo imperdoável. Enfim, vamos a minha paixão - ou melhor amor, paixão é o começo e não quero que fique assim, quero que seja o meu amor por toda a vida. Sim, eu encontrei um amor para ancorar. 
    Quando eu menos esperei - como diria Los Hermanos - encontrei. Não foi de supetão, pelo contrário, foi aos poucos, comecei a ver o outro lado, não só como um homem heroico e cheio de honra, mas ele me contou sobre quando era pequeno e eu o imaginei como uma criança, daquelas que eu tenho medo de pegar e nem sequer sei como brincar. Não sou boa com crianças. Ele me contou coisas que pareciam ser tristes, mas que o deixou mais glorioso pra mim, e foi inevitável não me apaixonar. 
     Foi numa manjedoura que ficou, na pousada não tinha vagas, não tinha vaga pra ele! Veja só, Ele que merecia um Palácio com todo luxo, um berço de ouro, nasceu de forma tão simples - e tão apaixonante - envolvidos em panos estava ali a esperança, a alegria para o mundo! Ele poderia ter sido extraordinário, mas escolheu o simples, o normal, o comum, ele escolheu ser um simples bebê em Belém. Em um presépio à luz das estrelas. 
   Então percebi, que talvez, pela primeira vez eu tenha me apaixonado por Ele de forma mais intensa, e real. Por sua coragem, entrega e amor, pela reconciliação no bebê de Belém, talvez pela primeira vez eu venha comemorar um Natal mais consciente do que houve - talvez não no dia 25 de dezembro -, mas de modo simbólico essa data é a data que um bebê mudou tudo: escolheu o nosso modo - gravidez etc - para nos salvar. Ele veio por nós. 
    Que nessa noite eu consiga agradecer verdadeiramente em meio ao caos o Teu amor, a Tua vinda. Obrigada, Senhor. 

Link permanente da imagem incorporada
Quem tem olhos pra ver que veja. Ele tem o poder de esmagar a serpente.
O bebê de Belém nasceu, cresceu, morreu e ressuscitou entre nós e por nós! ♥

"Eu estou apaixonada por Ti, estou apaixonada por Ti, Jesus, amado da minh'alma." 

(OBRIGADA SENHOR!!!) 
                                                          

ritmo

by 22:23
Testing in the studio #paginancerah

não tenho ritmo,
não tenho os sentidos
sofro da dor
do indolor
me desculpa, doutor. 

ainda prossigo 
gostando de música
gostando da vida
da rua. 
Ainda prossigo
com meus versos clichês,
torta,
e sem ritmo.
Uma poeta sem ritmo 
sem percussão 
sem percorrer pelo coração,

Eu poderia citar Pessoa, 
e confundir todas as pessoas,
mas nesse crime
as minhas digitais residem. 
Elas moram aqui, 
para sempre
Ela é o grito dizendo
que preciso mudar,
que preciso trabalhar, 
que preciso esquecer
e preciso conjugar
 aquele verbo, 
ele mesmo.
que prefiro apenas anotar.

“Quando há ferrugem, no meu coração de lata!
É quando a fé ruge, e o meu coração dilata!” (Fernando Anitelli).


(Obrigada-Espirito-Santo)


De Rodrigues para Rodrigues

by 23:16
Hoje não é dia 30 - hoje já é 1! Mas dias de domingo são complicados - e sei que você sabe. 

  Estive pensando como foi que comecei a falar com você, acreditei que fora no mês de outubro, ou setembro, mas depois me toquei que te conhecia antes de te conhecer, e falava com você antes de falar, como consequência você virou a minha amiga antes de sermos amigas. 
  Então, eu te conheci não sei quando, não lembro mais o mês quando a blogueira dona do Jeito de Expressar que estava no link do Mundo Trouxa entrou pra minha vida, sei que ela entrou e que a sua meiguice e determinação também. Apesar de todas as suas qualidades eu vejo características minha em seu texto, e penso "Como ela consegue?" não sei como, mas sei que me vejo lá. A cada dia que passa eu tenho desacreditado no acaso, coincidência e coisas que beiram no tipo disso, tenho acreditando no plano divino, que une as pessoas e ponhe elas onde tem que estar e na hora que devem estar, e fico feliz por Ênedy ter te encontrado, pois assim eu pude te encontrar também! 
   É nos pequenos detalhes que conhecemos as pessoas, e como o sr. ponte sabe: eu sou uma ótima psicologa, e tentar te conhecer de longe por alguns detalhes é interessante e cheguei numa conclusão: espero sempre ter um contato com você, saber como esta, me encontrar ali na torcida te animado, orando, sendo quem sou e vendo quem és! Normalmente não gosto de chamar ninguém de amiga, primeiro elas enfrentam o parâmetro de "coleguices" e depois a gente ver como fica, mas você já passou disso, é outro nível! Mesmo não estando juntas, mesmo eu não tendo inúmeras histórias com você, nos seus textos me sinto confortável, e perto, por isso me ouso a te chamar de amiga! 

Agradeço a Deus pela escrita + blogs + Ênedy, tudo isso deu = a encontrar você! 

E AGORA UM MANIFESTO: 

Fim de aulas = ++++++ postagens #dica! 

E AGORA COISAS MELOSAS DE ANIVERSÁRIO: 

muito amor, paz! hhuahauhau continue sendo quem você é! kkkkk 

OUTRA COISA MUITO IMPORTANTE:

pode ostentar que você tb tem espaço por aqui! hahaha (E em minha vida!)

E quero te amostrar oque fiz, mas deixa pra próxima! 


FELIZ ANIVERSÁRIO pra você! 
PARABÉNS pra Deus! 

ps: hoje dia 1 é aniversário do Lucas Silveira! Um beijo e coração! 

(Obrigada Espírito Santo pela escrita, a vida
dela, e a amizade!) 
Tecnologia do Blogger.